COMEC, o que é isso?

Confederação da Mocidade Evangélica Congregacional. Departamento ligado a UIECB. Aqui você ficará sabendo de tudo dos jovens congregacionais no Brasil.

INFORMAÇÕES DE CONTATO
  • Endereço:R.Visconde de Inhaúma nº 134/19º andar,
    Rio de Janeiro/RJ.
  • Tel: (21) 2203-8850
  • Email: comecuiecb@gmail.com

O Papel do Jovem na Igreja, a família multigeracional

img
O Papel do Jovem na Igreja, a família multigeracional

Ao pensar no tema, não pude deixar de ser lembrado do 22º EMCONE (Encontro de Mocidades Congregacionais do Nordeste) que aconteceu em João Pessoa/PB, neste ano de 2017, no qual ouvimos e falamos muito sobre sermos uma grande família em que há jovens, crianças, adultos e idosos, tendo todos que conciliarem as suas vidas ao louvor da Glória de Deus! Então, Corri para o Salmo 145. 4 e li mais uma vez que “Uma geração contará à outra a grandiosidade dos teus feitos; eles anunciarão os teus atos poderosos”. O texto fala sobre o aprendizado entre as gerações e que o resultado disso é a anunciação das obras de Deus por ambas.

No entanto, quando se fala em “O Papel”, não quer falar de uma folha seca feita de vegetais, nem de dinheiro, mas da função que alguém tem, então neste caso podemos perguntar: qual é a nossa função na igreja, a família multigeracional?

Um trecho bíblico que deve martelar o nosso entendimento é quando Paulo escreve Timóteo, seu jovem filho na fé, para que:

“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.”

1 Tm. 4:12

Aqui está o papel do jovem na igreja, SER EXEMPLO! Muitas vezes questionamos as nossas lideranças que não nos entendem, não nos respeitam, quanto menos nos ouvem. Não sei se ao ser exemplo o jovem conseguirá ser entendido, respeitado ou até mesmo ouvido, mas esse não é o nosso papel, pois é como o caso da questão de que "se Deus elege os seus, por qual motivo devo evangelizar ou orar pela salvação dos outros?" Assim como Deus nos mandou evangelizar, Ele também nos ordenou ser exemplo, essa é a nossa parte na missão e descumprir seus mandamentos é errar o alvo, é pecado!

Paulo cita 6 áreas nas quais Timóteo deveria ser exemplo. Quando diz na Palavra, se refere à pregação do Evangelho; já o Trato, está falando da Conduta, no comportamento que deve adotar; ao mencionar Amor não há como explicar, só pedir para que o amor não seja fingido! , conforme Hebreus 11, é o conhecimento que temos sobre Deus ao ponto de termos certeza daquilo que não podemos ver. Por fim, a Pureza, que claro, se remete a santidade que devemos nos apresentar diante de Deus, não apenas em relação às práticas sexuais, mas também uma consciência limpa, sem os pensamentos carregados de malícia, lascívia e maldade.

Que busquemos acima de tudo testemunharmos a glória de Deus através de nossas vidas, do nosso exemplo. Não almejando reconhecimento, tapinhas nas costas, ou palavras lisonjeiras que só envaidecem e engrandecem o nosso velho homem, mas não a Cristo! Em tudo sejamos exemplo, no que é visível e no que é interior, este é o nosso papel na Igreja, a família multigeracional.